De cabeleireira farfalhuda cortada à tigela, tem um quê de Ringo Starr se tivesse tirado Gestão.

O ângulo do perfil parece completamente à mercê do nariz e do seu esforço consciente em manter-se elevado – o que, é sabido, mostra ao mundo como somos conhecedores e capazes.

Mas quando se afasta do portátil anda e gesticula como quem tem a dança presa nos membros, a querer rasgar o impecável fato. O entusiasmo é metade genuino, metade comprado.

Atrás dele, colada pelos pés como uma sombra, anda lenta a pergunta: como serias tu se tivesses trocado o espartilho da gravata por uma mão cheia de anéis?

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s