e adeus, Reino das Martas

  1. PERGUNTA:Se no reino das Martas não há reboques…Como faz o senhor quando se avaria a cadeira de rodas?

    Like

    Reply

  2. Caso tenha a cobertura respectiva, a companhia chamará ao local de imobilização o colaborador mais próximo – os senhores da Rebocalgarve ou o Não-Sei-Quantos & Filha (felizmente já não me lembro dos nomes das empresas) – e, dependendo do plafond contratado e da morada de destino do veículo, o segurado pagará ou não o valor excedente do serviço de reboque. Poderá acompanhar o colaborador no reboque até á oficina de reparação ou requisitar transporte até à morada de apólice ou distância equivalente, transporte esse que poderá ser táxi, comboio, expresso, ou um veículo de aluguer durante 24 horas, caso a distância assim o justifique.Há mais alguma questão em que possa ser útil?

    Like

    Reply

  3. A menina está lá…Veja lá se começa a organizar um portefólio

    Like

    Reply

  4. certamente, caro magnus! por enquanto aguardo a chegada de uma relíquia analógica dos anos 60 – vai ser uma festa 🙂

    Like

    Reply

  5. Há aí uma ou outra falha na explicação mas…OK! Passou no teste!Quando vamos abrir a nossa plataforma de assistência?

    Like

    Reply

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: